terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Bom 2009 !

Como muito provavelmente não conseguirei publicar nada antes da passagem de ano, já que me preparo para receber amigos em casa, e tenho umas coisinhas para fazer...
Desejo a todos um Excelente ano de 2009...que consigam concretizar muitos sonhos...e que tenham sempre saúde...

A foto é do muito utilizado Bolo de Chocolate, na sua última aparição...que não é ainda a do fim de ano, mas ele também vai lá dar um ar de sua graça...

BOM ANO de 2009!!!

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Um triste lamento...

Porque não posso deixar a data passar sem dizer publicamente o quanto lamento a morte da Nanda...
Porque ela nos faz falta...
Porque ela tornava os nossos dias mais alegres com a sua boa disposição...
Porque ela merecia estar viva...
Porque ela era gentil e bondosa...
Porque ficamos todos mais pobres sem a sua presença...
Porque ...

domingo, 28 de dezembro de 2008

Chocolate Quente


Hoje está um tempo mesmo bom para um Chocolate Quente...não acham ?

1 litro de Leite
200 g de Chocolate em barra
2 colheres de sopa de Farinha Maizena
1/2 colher de café de Canela em pó

Misturar todos os ingredientes num fervedor ou caçarola e levar ao lume mexendo sempre até engrossar. Servir imediatamente.

Na Bimby, misturar o leite com a farinha e a canela e marcar 15 segundos, velocidade 5.

Partir o chocolate e juntar ao leite e marcar 10 minutos, temperatura 90º, velocidade 4.

Servir imediatamente.

Eu não junto açúcar, porque aqui na mesa uns gostam mais doce outros menos, por isso o açúcar é opcionalmente adicionado na chávena e mexido com um pauzinho de canela.

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Encharcada


A azáfama é muita, tem sido mesmo muita estes últimos dias, não tenho nem publicado nem visto os blogs de que gosto, mas é sempre assim todos os anos...e ainda bem.
Hoje começo a fazer todos os doces à excepção das azevias, filhós e rabanadas ou sonhos ainda não me decidi, pois esses ficam para o dia 24 de manhã.
Esta é a encharcada que faço todos os anos entre outros doces de colher tradicionais, a receita é baseada numa do Pantagruel , e corre sempre bem, contudo eu tenho um termómetro de pontos de açúcar o que facilita.
Não sei se conseguirei publicar mais alguma receita antes do Natal, pelo que desejo a todos os que me visitam com regularidade e aos que só vêm de vez em quando, aos que comentam e aos que o não o fazem, aos que gostam e aos que nem por isso, a todos sem excepção..Feliz Natal...espero que todos consigam passar um natal como idealizaram...Bem Hajam!

8 Gemas
2 Ovos
350 g de Açúcar
200 ml de Água
Canela em pó a gosto

Ferver o açúcar com a água numa frigideira larga até atingir ponto de pérola, cerca de 108º no termómetro.

Bater as gemas com os ovos bem batidos, e deitar sobre a calda atrávés de um passador de rede, girando-o para distribuir os ovos por igual.

Deixar cozer em lume brando empurrando de fora para dentro os ovos para não ressequirem nas paredes da frigideira.

Ter o cuidado de não os deixar cozinhar em demasia, mas também não os deixem ficar crús, é muito dificil definir um tempo de cozedura é mesmo a olho.

Assim que estiverem na consitência desejada, deitem-nos sobre uma travessa de servir (atenção tem alguma calda) e polvilhem-nos com canela em pó.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Empadão de Atum


Último dia de aulas e festas de Natal de manhã à noite, não sobra muito tempo nem vontade e já agora nem apetite, para grandes comezainas...
Salva-nos o empadão de atum que cá em casa é feito com arroz, pois ninguém gosta dele feito com puré, eu faço o meu no tacho mas para quem tem bimby é facilmente adaptável.

1 chávena (300 ml) de Arroz
Manteiga ou Margarina (para cozinhar o arroz)
1 Cebola
2 dentes de Alho
4 latas de Atum em conserva
250 g de Ervilhas e Cenouras congeladas
4 Ovos cozidos
Maionese q.b
Sal, Pimenta e Noz moscada

Fazer a receita habitual de arroz de manteiga, reservar quente.

Cozer os ovos e reservar.

Enquanto o arroz cozinha, num tacho deitar o óleo de 2 latas de Atum, juntar a cebola picada e os alhos e deixar refogar.

Juntar as ervilhas e as cenouras e deixar cozinhar cerca de 8 a 10 minutos, juntar o atum partido com um garfo, deixar cozinhar um pouco cerca de 5 minutos.

Partir os ovos cozidos e juntar à mistura de atum já fora do lume e com cuidado para não desfazerem muito.

Num tabuleiro que possa ir ao forno, barrar o fundo com um pouco de margarina, fazer uma cama com metade do arroz, por cima espalhar o recheio do atum, e cobrir com o restante arroz acamando bem.

Barrar por cima com maionese na quantidade a gosto.

Levar a forno pré-aquecido a 200º até gratinar cerca de 15 a 20 minutos (depende do gosto).

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Mais um aniversário...

Mais um aniversário aqui na mesa, mais uma utilização do Bolo de Chocolate ...
Desta vez foi a minha querida sobrinha Carolina, que fez 13 anos, que eu adoro do fundo do coração, que é linda de morrer e muito meiga mas... está dentro do armário, está lá dentro e não encontra a saída... o que me consola é que eu também já lá estive...e encontrei a porta...

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Lulas Gratinadas


Isto cá na mesa não tem andado bom...além de grandes e demorados problemas técnicos, temos umas viroses à mistura, e a comidinha já se sabe perde terreno...
Por isso, sugiro hoje umas lulas simples de fazer...

800 g de Lulas inteiras limpas
1/2 pacote de sopa de Cebola
1 colher sopa de Mostarda
1 colher de sopa de Polpa de tomate refogado
1 colher de sopa de molho Inglês
200 ml de Natas de soja ou das normais

Se utilizarem lulas congeladas, deixem-nas descongelar completamente.

Numa tigela colocar as lulas, juntar a sopa de cebola, a mostarda, a polpa de tomate e o molho inglês, misturar tudo muito bem e reservar durante 30 minutos.

Findo o tempo, juntar as natas envolver bem e deitar num tabuleiro que possa ir ao forno.

Levar ao forno pré-aquecido a 180º durante 45 minutos.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Pudim de Veludo


Depois de uma sugestão da Manu e do R. para cozer o Pudim de Leite Condensado no bico do fogão, não descansei enquanto não experimentei, mas resolvi utilizar uma receita que há muitos anos é feita na minha casa, uma das preferidas da minha irmã Xana. Obrigada aos 2 pelas dicas.
O método é realmente eficaz, explico mais em baixo como fiz...

125 g de Açúcar para o Caramelo
6 Ovos
300 g de Açúcar
2 colheres de sopa de farinha Maizena
1 cálice de Vinho do Porto
Raspa de 1 Limão
500 ml de Leite gordo

Preparar o caramelo (pouco escuro)como está aqui e reservar.

Numa tigela misturar o açúcar com a maisena e a raspa do limão.

Juntar o vinho do Porto e os ovos um a um , batendo bem.

Por fim junte o leite misture bem, passe por um passador e deite na forma caramelizada.

Num tacho largo onde caiba a forma do pudim, deitar água cerca de 2 a 3 cm. Colocar a forma do pudim tapada com tampa ou folha de alumínio, dentro do tacho.

Levar a lume forte, assim que ferver, reduzir para o minimo e marcar 30 minutos. Verficar a cozedura com um palito.

Desenformar depois de frio.

Se optar pelo forno leve 1 hora a cozer em banho-maria a 200º.

sábado, 6 de dezembro de 2008

Arroz de Camarão

Este arrozinho é muito apreciado aqui na mesa ...

1 Cebola
2 dentes de Alho
Azeite a gosto
300 g de Tomate (fresco ou de lata)
2 colheres de sopa de Creme de Marisco em pó
400 g de miolo de Camarão (tamanho médio a grande)
100 g de Delícias do Mar (opcional)
1 colher de chá de Mango Pickle (opcional)
1 colher de sopa de Coentros picados
1 chávena de Arroz (250ml)
2 x a medida da chávena de arroz em Água
1 colher de café de Açúcar
Sal qb

Fazer um refogado com a cebola, azeite e alhos, utilizo a bimby para o efeito, durante 15 minutos, temperatura 100º, velocidade 1.

Findo o tempo, juntar o tomate, o açúcar e o creme de marisco, e marcar mais 8 minutos, temperatura 100º, velocidade 1.

Triturar tudo durante 40 segundos, velocidade 7.

Juntar os camarões, o arroz, a água, o sal e o picante (opcional) e programar 18 minutos, temperatura 100º, velocidade 1/colher inversa.

5 minutos antes do fim juntar as delícias do mar (opcional) e os coentros.

Deixar o arroz descansar cerca de 3 minutos e servir.


Imprimir receita

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Pão Rústico Nacional


Eu tenho uma MFP mas não a uso, porque a minha MFP tem mais de 10 anos e está completamente ultrapassada, qualquer pão que eu tente fazer hoje em dia por mais pequeno que seja, vem por fora, as farinhas e os fermentos são muito mais eficazes do que quando eu a comecei a utilizar.
De qualquer maneira e em abono da verdade eu nunca gostei do sabor do pão feito na MFP, gosto isso sim do lado prático da máquina, uma máquina em que deitamos tudo lá para dentro e viramos costas, é bom.
Muitas vezes a utilizei apenas para amassar, mas hoje já não o faço pois lavar por lavar, prefiro lavar a kitchen aid que é mais fácil.
E na continuação das sugestões com produtos pré-feitos ou pré-preparados, trago um pão rústico feito com a farinha Nacional, para máquinas de pão, mas feito sem ser na máquina de pão.
Já aqui tinha feito uns pãezinhos com a farinha do Lidl, que também é muito boa, mas mais peganhenta, logo mais difícil de trabalhar à mão.

350 ml de Água morna

Na tigela de uma batedeira montada com as pás de amassar colocar a água morna e a farinha, bater em velocidade média, durante 15 minutos.

Findo o tempo, tapar com um pano a tigela e deixar a massa descansar, eu deixei 1 hora, perto de uma fonte de calor (a lareira....).

Com as mãos enfarinhadas , polvilhar a massa com farinha e dar a forma desejada, levar a forno pré-aquecido a 200º durante cerca de 45 minutos, mas este tempo é muito relativo convém vigiar o forno, verificar que a crosta está na cor desejada e bater com os nós dos dedos até soar oco.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Pizza Rápida


Durante a semana não há muito tempo disponivel para fazer comidas demoradas com muita pena minha...nessas altura auxilio-me dos bons produtos pré-feitos que existem no mercado e faço por exemplo uma pizza, claro que a podia comprar já feita, mas eu mesmo sem tempo gosto de um toque caseiro.
A sugestão é de uma simples pizza de fiambre e cogumelos, que pode ser do que nós quisermos assim haja apetite.
Depois de experimentar várias massas de pizza fresca refrigeradas, acabei por escolher a do Pingo Doce, já que, tirando as caseiras acho que é a melhor.
O molho de tomate é mais dificil pois nada se compara a um caseiro, mas o da Knorr é realmente bom e o único que aceito comprar, a partir daqui o resto é de acordo com o gosto de cada um...
Já agora aproveito para comunicar que não estranhem a minha ausência mas tenho estado sem servidor de internet.

1 placa de Massa de Pizza refrigerada
220 ml de Molho de Tomate (o da Knorr dá para 2 pizzas)
200 g de Fiambre em cubos
1 frasco ou lata de Cogumelos laminados escorridos
150 g de Queijo Mozarella ralado ou em fatias.
Manjericão e Oregãos a gosto.

Abrir a placa da massa (manter o papel vegetal, cortando o excesso), cobrir com o molho de tomate ( quantidade é a gosto) distribuir os ingredientes, terminar com o queijo e as ervas.

Levar a forno pré-aquecido a 180º durante cerca de 15 minutos sensivelmente.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Boeuf Strogonof


Mais um strogonof desta feita baseado numa receita de um livrinho da Vaqueiro e adapatado à Bimby. Muito saboroso...

500 g de bovino para guisar partido em pedaços (usei variedade para fondue)
Azeite a gosto
1 Cebola
2 dentes de Alho
1 colher sopa de Farinha
200 ml de Caldo de carne
1 colher sopa de Polpa de tomate
1 colher sopa de Pimentão doce
1 lata pequena de Cogumelos
1 cálice de Vodka
100 ml de Natas

Fazer um refogado, na bimby colocar a cebola partida , os dentes de alho e o azeite. Marcar 15 minutos, temperatura 100º, velocidade colher.
Findo o tempo, triturar durante 40 segundos, velocidade 7.

Deitar a carne para dentro do copo, temperar com sal e pimenta, polvilhar com a farinha, juntar o caldo de carne, o tomate e o pimentão, marcar 45 minutos, temperatura 100º, velocidade colher inversa.

10 minutos antes do tempo terminar juntar pelo bucal, os cogumelos escorridos, e a vodka. Tirar o copinho para o alcool evaporar.

5 minutos antes do tempo terminar juntar as natas.
Rectificar os temperos e a cozedura.

Servir com acompanhamento a gosto.